Home Marketing e Vendas Como Vender Pelo Instagram: 9 Ações Essenciais
FacebookTwitterLinkedinWhatsappMessenger

Como Vender Pelo Instagram: 9 Ações Essenciais

como vender pelo instagram

Segundo o próprio Instagram, 80% das suas milhares de contas ativas na plataforma seguem perfis de empresas. Se tem um um negócio ou pretende ter um, isso se traduz em geração de oportunidades, não é mesmo? Claro!

Mas você sabe como vender pelo Instagram?

Redes sociais exigem que as empresas entendam que ali é, primeiro, um canal de relacionamento. Caso a aproximação com a audiência seja bem-sucedida, as vendas serão uma consequência.

O Instagram também funciona dessa forma, mas tem suas peculiaridades. É uma rede onde o conteúdo em imagens deve ser priorizado e na qual não é tão simples levar um seguidor do perfil até seu site.

Mas como vender pelo Instagram não é mais um mistério! Após acompanharmos várias contas de sucesso, que além de seguidores ganharam uma comunidade de evangelizadores da marca, decidimos compartilhar aqui tudo que qualquer empresa ou e-commerce deve saber para vender nessa rede social.

 

Como vender pelo Instagram: 9 ações essenciais

Qual será o motivo pelo qual seu negócio não realiza vendas pelo Instagram? Será que é o conteúdo? Os horários de postagem? Ou é o algoritmo que não te favorece?

Para fazer uma análise, identificar o problema e, então, resolvê-lo, primeiro você deve saber como vender pelo Instagram. Ao conhecer as boas práticas, fica fácil visualizar quais são aquelas que não estão sendo aplicadas no seu perfil e quais não estão nem sendo feitas.

Por isso, recomendo que conheça agora as 9 ações essenciais para quem quer vender pelo Instagram.

#1 Altere seu perfil para uma conta comercial

Existem várias funções no Instagram que irão te ajudar a vender com a ajuda da plataforma, mas para usá-las é necessário que sua conta seja comercial.

Esse tipo de conta te permite fazer anúncios pagos, colocar formas de contato como telefone e e-mail no perfil e acessar dados sobre o alcance dos seus posts no feed e nos stories. E as informações sobre o alcance são bastante úteis para verificar quais postagens têm mais alcance, o que vale a pena continuar fazendo e o que deve ser promovido.

O procedimento para saber se seu perfil é comercial e torná-lo em uma conta para empresa é bem simples:

  • entre no seu perfil e clique no símbolo de Configurações 

Se for um perfil pessoal, esse símbolo estará ao no perfil, ao lado do botão “Editar perfil”. 

  • clique na opção “Trocar para conta comercial”

como vender pelo instagram - tenha uma conta comercial

Se o seu perfil já for um perfil comercial, “Configurações do negócio” estará como um dos itens do seu menu.

#2 Invista nas imagens

As imagens também devem comunicar que seu perfil é uma loja ou empresa e que as fotos representam produtos ou serviços à venda. Isso significa ser bastante objetivo e profissional quanto ao conteúdo visual.

como vender pelo Instagram - invista nas imagens

Créditos: @urbanflowers

Seu feed deve ser a sua vitrine e comunicar o estilo da marca, o que torna mais fácil chamar a atenção do público que tem potencial de se interessar pelo seu produto. Portanto, invista em fotos de boa qualidade, que sejam bonitas e que comuniquem a identidade da empresa.

No entanto, também é essencial algumas imagens e legendas que não mostram apenas produtos, mas também o que está relacionado ao seu negócio. Veja esse exemplo:

Se você quer vender pelo Instagram roupas feitas de tecido natural, por exemplo, pode dedicar alguns posts e stories para contar qual é o processo artesanal para fazer as roupas, falar sobre moda, sobre cartela de cores e o que estiver ligado a esse universo sem ser o produto em si. Esse tipo de conteúdo é útil para atrair quem gosta do assunto, ainda não tem a intenção de comprar, mas tem chances de se tornar um cliente se tiver afinidade com a marca.

Legendas complementam as fotos: representam como você comunica com as pessoas e  como as chama para interagir. Lembre-se que uma boa imagem devem falar por si mesma!

#3 Monitore os comentários e as mensagens e responda a todos eles

Como o perfil da sua marca é um ponto de relacionamento entre ela e sua audiência, ele também vai se tornar um canal de contato, afinal é fácil fazer perguntas, elogiar e até reclamar ali.

Existem três motivos para você monitorar diariamente os comentários e mensagens que recebe:

  • não perder vendas, já que a pessoa pode estar tomando a decisão de compra no momento em que te manda a mensagem;
  • aumentar o engajamento em posts no feed e consequentemente permitir que seu conteúdo alcance mais pessoas;
  • evitar que reclamações se tornem um problema.

Portanto, se dedique a responder todas as mensagens que recebe ou coloque alguém responsável por isso.

Para poder responder mais contatos com eficiência, a dica é ter respostas prontas para perguntas frequentes. Mas lembre-se sempre de colocar o nome do perfil para o qual responde para personalizar o contato.

Se for uma pergunta comum, também dá para responder pelos stories e fixar como destaque.

Por fim, lembre-se de ser gentil e, caso uma questão seja delicada para tratar no feed, responda o comentário dizendo que entrará em contato por mensagem direta.

#4 Encontre os influenciadores certos para seu negócio

Se como vender pelo Instagram é a sua preocupação atual, você já deve ter considerado contratar um influenciador, certo?

“Mas não posso pagar por influenciadores. Isso custaria caro demais.”

Se ainda acredita que os bons influenciadores digitais são aqueles com muitos milhares de seguidores, precisa rever seus conceitos.

Um digital influencer no Instagram é aquele que construiu uma audiência fiel, altamente engajada, que comenta, sugere, participa e recomenda o conteúdo do perfil.

Dentro dessa definição, existem influenciadores de todos os tamanhos, bem como para todos os nichos! E é por esse motivo que muitas vezes o influenciador digital com uma audiência menor é altamente estratégico: ele tem um público bastante segmentado.

Antes de entrar em contato com algum influenciador, entenda muito bem seu mercado, seu público-alvo e qual é o seu objetivo nessa parceria. Se o principal ponto são as vendas, você pode pensar em fornecer ao influenciador um cupom de desconto especial para os seguidores dele ou planejar algum conteúdo em parceria que destaque bem o produto e forneça um link para compra, por exemplo.

Com um objetivo traçado, analise o perfil do influenciador observando:

  • o número de seguidores;
  • se os seguidores são reais (nomes estranhos, perfis sem fotos e em outros idiomas são fortes indícios de seguidores falsos);
  • qual é o engajamento nas imagens (curtidas e comentários);
  • qual é o tipo de comentário feito e se e como o influenciador responde;
  • o que ele fala, verificando se há sintonia com sua marca;
  • o que ele publica nos stories e se realmente interage com os seguidores.

Você pode entrar em contato direto com influenciadores ou contratar uma agência. A vantagem dessa segunda opção é que eles têm preços tabelados e costumam trabalhar com nichos. Essa também é uma solução ideal se ainda não conhece os influenciadores ideias para turbinar suas vendas.

#5 Entenda o algoritmo

Todos os dias, muitos novos perfis e fotos entram no Instagram, o que torna impossível dar visibilidade a tudo isso.

A solução da rede foi filtrar esses conteúdos, categorizá-los e entregá-los para quem terá mais afinidade com eles, garantindo uma boa experiência do usuário.

Esse é o trabalho do algoritmo, comumente visto como vilão, afinal, estima-se que hoje um post no feed chegue, em média, a 10% da audiência do perfil.

No entanto, se quer atrair seguidores e vender pelo Instagram, terá que lidar com ele.

O algoritmo foca na experiência de quem consome conteúdo e mostra posts e stories considerando quão recente um post é, o interesse do usuário sobre aquele tema e o tipo de contas que ele segue.

Para não sumir por causa dos critérios do algoritmo do Instagram é preciso saber o que sua audiência aprecia para atraí-los com esse conteúdo. Por isso, analisar os dados da conta, como o alcance de publicações, os números de curtidas e comentários, os dias e horários onde há maior engajamento é crucial para determinar o que postar.

#6 Anuncie no Instagram

Como vender pelo Instagram? Patrocinar conteúdo pode ajudar bastante!

Isso ocorre porque ao fazer anúncios pagos, além de suas fotos ou vídeos serem vistos por mais usuários, é possível inserir uma chamada e um link neles, que pode ser seu perfil, seu site, um formulário ou sua loja virtual, caso tenha.

Tais possibilidades aumentam muito a chance de conversão, já que o usuário pode ser enviado à página de venda.

Para anunciar, é simples: sua conta deve ser comercial e precisa estar associada a uma página no Facebook, porque é pela plataforma dessa rede que os anúncios serão feitos.

É muito importante definir o público com o máximo de precisão para ter bons resultados. E além de imagens bonitas, deixe claro que aquele é um produto ou serviço à venda através da legenda e da chamada.

#7 Conte com uma ferramenta de automação para Instagram

Para vender mais é essencial ter mais pessoas conhecendo os seus produtos, ou seja, ganhar mais seguidores no Instagram.

Uma ferramenta de automação pode acelerar esse processo, trazendo seguidores reais e segmentados.

Além da automação de funções repetitivas como seguir perfis para que eles te conheçam, você também pode programar o envio de mensagens diretas automáticas e agendar postagens no feed e nos stories.

Uma ferramenta assim é fundamental para a gestão de um perfil com o foco em crescimento.

#8 Deixe claro que sua marca é uma loja ou empresa

Um perfil comercial não informa aos usuários do Instagram que chegam até ele se representa um negócio ou não, portanto, você deve deixar claro do que aquele perfil no Instagram trata.

Aproveite o espaço dos 150 caracteres da biografia para dizer:

  • se a loja é virtual, física ou ambas ou se é uma empresa e de que tipo;
  • quais os produtos ou serviços que são vendidos;
  • se há alguma promoção ou desconto acontecendo.

E não se esqueça que a localização e as hashtags usadas na biografia ajudam o perfil a ser descoberto, por isso não deixe de usar!

Quanto às hashtags, o ideal aqui é ser bem específico utilizando termos que representam os produtos.

#9 Utilize o Instagram Shopping

A funcionalidade que permite que objetos em uma foto sejam compráveis com certeza será útil para dar um boom nas suas vendas porque facilita a jornada do cliente: é a forma mais rápida dele poder finalizar uma compra.

como vender pelo instagram - utilize o instagram shopping

Créditos: @zoe_atelier

Para ativar a função do Instagram Shopping, também é preciso que sua conta seja comercial (perfil de negócios) e que esteja ligada ao seu perfil de negócios no Facebook (que você cria e acessa pela plataforma do Facebook Business).

Além disso, você precisa ter um site para sua loja virtual, pois somente assim poderá importar a informação do seu catálogo de produtos. Isso permitirá taguear os produtos em uma imagem colocando o link para seu e-commerce.

Esse é um assunto que rende um tutorial. Caso esteja interessado em ativar a função do Instagram Shopping, consulte os materiais da plataforma, começando por Como configurar catálogos no Facebook (útil tanto para usar no Facebook e no Instagram)

 

10 ideias do que você pode vender pelo Instagram

Se está pensando em usar o Instagram como uma forma de gerar renda, precisará definir o que vender. E o que for escolhido vai determinar quem será seu público e quais as melhores formas de para se comunicar com ele.

como vender pelo instagram - decida o que vender

Por isso, a recomendação é que escolha um produto com o qual já tenha familiaridade com o mercado. Se é mãe, certamente entende de roupas para bebês. Se é professor, conhece bem as metodologias de ensino. Se anda de bike todos os finais de semana, com certeza sabe quais são os acessórios e roupas indispensáveis.

Todos estes são exemplos de conhecimento de um mercado que pode ser usado para orientar sua escolha do que vender pelo Instagram.

A seguir, mais ideias do que pode ser vendido na plataforma:

  • Ensaios fotográficos – para quem tem habilidade com fotos, o Instagram é o portfólio ideal;
  • Cursos – presenciais ou online, use o conteúdo como uma forma de compartilhar o que sabe e para atrair pessoas que querem saber mais dos assuntos que aborda;
  • Produtos artesanais – o que é autoral faz bastante sucesso. Podem ser bordados, pinturas, arranjos, móveis e afins;
  • Roupas – há vários nichos para serem explorados aqui;
  • Passeios turísticos – compartilhe as fotos dos lugares e experiências que leva seus clientes;
  • Itens usados e de boa qualidade – os brechós estão em alta por oferecer itens a um bom preço e com alta durabilidade;
  • Consultoria – divida sua experiência, histórias, o que viu, responda perguntas e se aproxime da sua audiência que se não te contratar, pode te recomendar;
  • Alimentos – você faz bolos, pratos executivos, doces para alérgicos ou outras receitas que agradam a quem prova? Coloque-as em fotos bonitas no Instagram!
  • Bolsas e acessórios – colares, lenços, brincos, relógios, óculos são opções para vender pelo Instagram;
  • Serviços de beleza – por privilegiar um bom conteúdo visual, o Instagram é uma excelente plataforma para quem faz cabelo e maquiagem expor seu trabalho e conquistar novos clientes.

Opções não faltam!

 

O que não funciona para gerar vendas

Como vender pelo Instagram não é só conteúdo, mas sim conexão com sua audiência, estratégias imediatistas não vão funcionar! A reputação de uma empresa, seja ela uma loja de produtos como a sua, uma empresa ou uma marca pessoal, é uma construção.

Assim, pode até parecer que as atitudes abaixo vão funcionar, mas não irão. Entenda por quê:

  • Compra de seguidores: tal ação, além de ilegal, não traz seguidores reais, ou seja, não converte em vendas.
  • Anunciar sem uma estratégia: a falta de qualidade e clareza em um anúncio e a falta de lógica para que um cliente chegue até o produto não irão garantir conversões.
  • Contratar influenciadores só porque eles têm um público grande: a conversão em vendas quando seu produto é apresentado a um público segmentado é muito maior.
  • Postar todos os dias: somente gerar conteúdo não garante resultados. As vendas virão se seguir as boas práticas para imagens, legendas, hashtags e de criação de afinidade com seu público.

Em resumo, como vender pelo Instagram é conhecer e aplicar as boas práticas de acordo com a necessidade do seu público e o serviço ou produto que vende.

As ações contidas nesse guia não são difíceis e nem impossíveis, mas elas vão exigir atenção como qualquer outra atividade no marketing.

Se tiver esse propósito e se dedicar a essa rede, além do retorno em vendas, você terá uma base de fãs e evangelizadores sempre dispostos a falar bem do que oferece.

E na sua empresa: quais ações para vender no Instagram já foram aplicadas? Comente!

 

Você também pode gostar

2 Comentários

Luciana Ramirez setembro 18, 2018 - 8:53 pm

Ola, sim tento seguir a maioria dessas regras mas minha audiencia esta sempre na faixa do 2 mil com certeza algo estou fazendo de errado
Adoreiiiiiiii o blog…Obrigada por todas as dicas

Reply
Redação Bume setembro 19, 2018 - 12:50 pm

Oi, Luciana!
Se você não está conseguindo aumentar as vendas via Instagram apesar de fazer tudo direitinho, é possível que quem te segue não é o público que compraria seu produto. Já avaliou isso?
Uma ferramenta de automação no Instagram, como é o caso do Bume, te ajuda bastante nessa questão de aumentar o número de seguidores que tem afinidade com o que você vende. Recomendo que faço teste grátis.
E continue acompanhando o blog que sempre teremos novos conteúdos como esse 🙂

Reply

Deixe um Comentário